Caravina discute sobre construção de 64 casas por meio de Programa Habitacional Financiado com FGTS subsidiado

158

O prefeito de Bataguassu, Pedro Arlei Caravina (PSDB) se reuniu na última semana com representantes do setor habitacional do Estado e município para discutir a respeito da construção de 64 casas por meio do Programa Habitacional Financiado com Subsídio (FGTS) voltado para famílias com renda mensal entre R$ 1.300,00 a R$ 4.685,00 através de financiamento.

Durante o encontro, segundo Caravina, houve a apresentação do projeto habitacional e delegada as atribuições da Prefeitura no que se refere a execução do projeto (patamarização dos lotes / terraplanagem) além da definição do período de inscrições para famílias interessadas.
Conforme o prefeito, os imóveis serão construídos em um terreno do município localizado no bairro Jardim São Pedro. Cada unidade habitacional terá 44 metros quadrados (com laje).

Estiveram presentes na reunião, a secretária municipal de Assistência Social, Trabalho e Política para Mulheres, Regina Duarte de Barros Dovale; o chefe do Núcleo Municipal de Habitação, Luciano Fernandes; Edymar Fernandes e Marcos Aurélio, da entidade Conssol e os engenheiros Gustavo, da empresa VBC Engenharia de Campo Grande; e Felipe Bortolazo, do município.

PROGRAMA
O Programa Habitacional Financiado com Subsídio é uma parceria entre município (que responde pela doação de terreno para construção das moradias) e governo Federal (que disponibiliza recursos federais do FGTS para construção das moradias), no âmbito do Programa Minha Casa Minha Vida e e governo do Estado (que disponibiliza contrapartida por unidade para infraestrutura).

Em Bataguassu, 47 casas financiadas, sendo 32 em Bataguassu e 15 moradias em Nova Porto XV foram entregues em 2017 através do mesmo programa.
Bianca Lima  / Assecom Prefeitura de Bataguassu

Comentários