Acuado por latidos de cachorros, filhote de suçuarana é encontrado no quintal de residência em Narandiba

599

Moradora da casa onde a onça-parda foi localizada deparou-se com o animal silvestre quando percebeu a reação de seus cães. Felino foi recolhido pela Polícia Ambiental e levado a uma entidade.

Um filhote de onça-parda, também conhecida como suçuarana, foi encontrado nesta sexta-feira (20), no quintal de uma residência, localizada no bairro Banco da Terra, em Narandiba (SP). Segundo informações da Polícia Militar Ambiental, até o momento não se sabe a origem do animal, mas há a suspeita de que o filhote tenha se perdido da mãe.

Filhote de onça-parda foi encontrado em Narandiba (Foto: Sidmar Aparecido Santana de Araújo/Cedida)

A moradora do imóvel em que a onça-parda foi localizada percebeu que seus cachorros latiam, ocasião em que ela saiu da residência e se deparou com o animal silvestre no fundo de sua casa, por volta das 11h. Os cães avançavam no filhote, porém, o animal, aparentemente, não foi machucado e permaneceu acuado por conta latidos, conforme a corporação.

“Na região, têm aparecido muitas onças-pardas perdidas. Isso é devido à grande quantidade de canaviais, pois elas saem dessas áreas em busca de alimentos por conta das queimadas e do tempo seco”, informou a polícia ao G1.

O pizzaiolo Sidmar Aparecido Santana de Araújo, de 21 anos, mora ao lado da casa na qual a suçuarana foi encontrada. Ele esteve no local, registrou imagens e informou ao G1 que as pessoas que residem nas adjacências ficaram assustadas.

De acordo com Araújo, muitas queimadas ocorrem naquela região, o que pode ter ocasionado o aparecimento do filhote.

“Na hora, todo mundo achou que era um filhote de gato, pois estava muito dócil. Nós o colocamos dentro de uma caixa, com um pano, e demos leite em uma mamadeira para ele, até a chegada da Polícia Militar Ambiental”, disse o pizzaiolo ao G1.

Ainda de acordo com a corporação, a orientação é para que, ao encontrar animais silvestres na área urbana, as pessoas não se aproximem. É necessário um contato imediato com a Polícia Militar Ambiental ou o Corpo de Bombeiros.

“Por serem animais silvestres, eles se assustam. Nessa situação, podem se sentir acuados e ficar agressivos”, salientou ao G1.

Os policiais utilizaram luvas e uma gaiola para capturar a suçuarana, que não estava agressiva, conforme a corporação.

O filhote foi encaminhado para a Associação Protetora dos Animais Silvestres (Apass), em Assis (SP), onde deve passar por um laudo veterinário.

Outro animal
A Polícia Militar Ambiental recolheu nesta quinta-feira (19) uma onça-parda adulta que morreu atropelada na altura do km 500 da Rodovia Assis Chateaubriand (SP-425), entre os municípios de Estrela do Norte (SP) e Sandovalina (SP).

De acordo com a corporação, o animal silvestre foi atingido na cabeça, provavelmente, por algum veículo que transitava nas proximidades do trevo de acesso aos municípios.

O corpo da onça foi destinado à vala sanitária em Teodoro Sampaio (SP), ainda segundo a polícia.

Eficiente e flexível
A suçuarana, também conhecida como onça-parda, puma, onça-vermelha e leão-baio, é a segunda maior espécie de felino do Brasil. Tem corpo alongado, com até 1,08 metro de comprimento. A cauda longa mede até 61 centímetros e a altura é de 63 centímetros.

O macho adulto pode pesar por volta de 70 quilos. A pelagem da suçuarana tem coloração uniforme, variando entre marrom-acinzentado bem claro e marrom-avermelhado escuro. Geralmente os animais que vivem em florestas são menores e mais escuros e os que habitam regiões montanhosas são maiores e mais claros.

Possuem hábitos noturnos (predominantemente) e diurnos, caçam a qualquer hora do dia com certa tendência ao horário de crepúsculo. Embora seja uma espécie terrestre, possui muita habilidade para subir em árvores e é muito ágil. A suçuarana vive solitária, menos na época de acasalamento.

Pesquisas comprovaram que a suçuarana é o predador mais eficiente e mais flexível entre os felinos. Ela consegue alimento em 75% das vezes que parte para o ataque.

O nome científico da espécie é Puma concolor.

FONTE: G1 PRUDENTE

Comentários