Home office: empreendedores trabalham em casa para dar sequência nos negócios

293

Nas últimas semanas, você deve ter ouvido muito falar em “Home Office”, não é mesmo? Em razão da pandemia do coronavírus, o Brasil vem enfrentando uma dificuldade coletiva e aderindo a quarentena, por isso opções como trabalho a distância vem sendo uma das saídas da população para não ficar parado e dar sequencia aos negócios.

O home office já vem sendo, há algum tempo, a nova expressão do futuro ainda mais com as novas tecnologias. Apesar da tradução do termo ser “trabalho em casa”, segundo o site grandes empresas & pequenos negócios, no Brasil é uma forma genérica que define o trabalho que deveria ser realizado no escritório da empresa sendo feito em um espaço alternativo.

Uma pessoa pode trabalhar “home office” em cafés, hotéis, aeroportos, táxis, parques…ou em casa, que é o que muitas pessoas vêm aderindo por conta da pandemia.

O empreendedor, Marcelo Rosa, da GOV18 (empresa de inovação e tecnologia para governo), explica que está no grupo de risco e que precisou se ausentar das atividades presenciais e diz que o melhor é a prevenção. “Considero importante principalmente o equilíbrio entre trabalho x saúde, como participante do grupo de risco não deixei de trabalhar, mas me ajustei para isso, dessa forma continuo trabalhando normalmente”.

Ele ainda conta que já trabalhou em casa e que a equipe é composta por mais seis pessoas e todos estão respeitando a quarentena, onde toda comunicação é via WhatsApp e Skype, com reuniões diárias. “É necessário um ambiente adequado e com o mínimo de interrupções, adoto rotina como se estivesse no trabalho, horários e agenda para tudo”, acrescentou Marcelo.

Para André Primo, desenvolvedor de sistemas e aplicativos da empresa, esse formato contribuiu para alguns aspectos. “Trabalhar em casa aplica diversas distrações, mas é um lugar mais confortável para trabalhar, sem falar na economia no transporte, então, particularmente, estou gostando”.

Veja alguns pontos positivos do home office:

  • Maior flexibilidade;
  • Alimentação planejada e saudável;
  • Ganho do tempo que seria gasto no transporte até a empresa;
  • Menor desgaste físico e mental;
  • Redução do estresse;
  • Economia do valor gasto para transporte;
  • Aumento da produtividade, já que o profissional pode trabalhar no horário mais conveniente;
  • Favorece o empoderamento e autonomia do funcionário;
  • Equilíbrio entre a vida profissional e pessoal.

Profissionais de vários segmentos podem atuar em home office, dentre eles: designers, produtores de conteúdo, fotógrafos, analistas de mídias sociais, atendentes, Consultores de moda, tendências, decoração, saúde, beleza, carreira e outros assuntos são mais um exemplo de profissionais que podem trabalhar em casa. Em geral, CEOs, gerentes e outras lideranças de empresas, também.

É importante que nesse período, que abala o mundo, procuremos formas de prevenção para que o mínimo de danos aconteça. Lembre-se: trabalhe em casa, lave as mãos, passe álcool em gel e beba água.

Fonte: Fundação Inova Prudente

Comentários

- PROPAGANDA -