UEPP sugere construção de novo ramal ferroviário na região

175

A UEPP (União das Entidades de Presidente Prudente e região) esteve na manhã desta terça-feira (17) no Ministério da Infraestrutura, em Brasília, para reunião com a secretária de Fomento, Planejamento e Parcerias, Natália Marcassa. Compareceram pela entidade os diretores Marcos Lucas e Gabriel Coquemala; e Jorge Duran, prefeito de Pres. Venceslau e presidente da Unipontal.

Conforme Marcos Lucas, foi solicitado para que na renovação da concessão da Rumo à malha paulista [a qual deve acontecer nos próximos meses] mantenha-se a obrigação da concessionária voltar a operação do ramal de Jaú (Bauru, Marília, Tupã, Osvaldo Cruz, Parapuã e Panorama).

Ademais, com base no acórdão do TCU (Tribunal de Contas da União), a UEPP sugeriu para que seja construído um novo ramal de bitola larga, ligando Parapuã x Prudente, em torno de 74 quilômetros. “Esse ramal colocaria Prudente no radar na ferrovia novamente, independentemente da recuperação do trecho Epitácio x Ourinhos”, explica Lucas.



Concomitante, Jorge Duran reivindicou para que o traçado norte x sul seja mantido ao projeto original, o qual integra Presidente Venceslau. “Nesse sentido, nossa região contaria com dois ramais de ligação de bitola larga”, ressalta o presidente da UEPP. Além disso, conforme a determinação do TCU, também foi pedido para que seja garantido a operadores ferroviários independentes o direito de passagem para suas composições.

Assessora de Imprensa/ Francinara Nepomuceno mtb 007.6517

Comentários