Gashuku Internacional de karatê é realizado em Álvares Machado

34
Mestre Koji Takamatsu, grão-mestre Hironori Otsuka III (centro) e Sérgio Takamatsu vão comandar as atividades do Gashuku Internacional (Foto: Cedida).

Com o direcionamento técnico do grão-mestre Hironori Otsuka III, herdeiro e terceiro sucessor do mestre Hironori Otsuka, a Organização Wadô-Ryu Karatê-Dô Renmei do Brasil realiza, entre a próxima sexta-feira (05) e domingo (07), o Gashuku Internacional 2019, no Campo Belo Resort, em Álvares Machado (SP).

Cerca de 200 caratecas de sete Estados brasileiros, e até dos Estados Unidos, participam dessa imersão de conhecimentos e troca de experiências.

O grão-mestre Hironori Otsuka III vem do Japão, exclusivamente, para o evento da Organização Wadô-Ryu Karatê-Dô Renmei.

O Gashuku, que significa “todos sob o mesmo teto”, visa realizar o treino e a reciclagem, além de fazer as refeições em um único local. “Tradicional, o evento tem o objetivo de promover o aperfeiçoamento técnico dos caratecas praticantes do estilo e de integrar os participantes de diversas regiões do Brasil e dos Estados Unidos”, ressalta Paulo José Villalva Martins, de Álvares Machado, faixa preta, 6º Dan, delegado titular da 15ª Delegacia da FPK – Região de Presidente Prudente (Alta Sorocabana) – e ainda diretor da 2ª Delegacia Regional São Paulo do Interior da Organização Wadô-Ryu.

O grão-mestre Hironori Otsuka III, o mestre Koji Takamatsu e seu filho Sérgio Takamatsu vão comandar as atividades teóricas e práticas. “Este Gashuku é voltado para todos os caratecas do estilo Wadô-Ryu, independente de sua graduação. É o momento especial, de troca de ideias, de aperfeiçoar as técnicas e de renovarmos a filosofia que a nossa arte marcial possui visando transmiti-la aos nossos alunos”.

Programação com conteúdo
De acordo com Villalva, o Gashuku Internacional começa sexta-feira, às 6h, com o treinamento de katá (luta imaginária). Já o encerramento será no domingo, com o treino técnico, das 8h às 10h, e seguido do almoço de confraternização. “Ainda na programação teremos treinos de kumitê/shiai, que é o combate, e de arbitragem, cursos e palestras. Serão três dias intensos e de suma importância para todos os praticantes do estilo”, salienta. “A nossa arte marcial foi introduzida, em 1979, na região e começou por Prudente”, relembra Villalva. O caratê integra a programação olímpica e estará nos Jogos de 2020, em Tóquio.

O professor Marcos Rogério da Cunha Garcia, Marcos Mineiro, faixa preta, 3º Dan, de Santo Anastácio, participará do Gashuku Internacional. “Receber os ensinamentos e as orientações do grão-mestre Hironori Otsuka III, que é herdeiro e terceiro sucessor do mestre Hironori Otsuka, que fundou o estilo Wadô-Ryu, no Japão, na década de 1930, e do mestre Koji Takamatsu, será uma grande satisfação e honra. É uma oportunidade de vivenciar as técnicas básicas, resgatar as nossas origens e fazer uma reciclagem”.

Entre os dias 22 e 24 de fevereiro, segundo Villalva, a Organização Wadô-Ryu Karatê-Dô Renmei do Brasil promoveu o Gashuku Nacional de Faixas Pretas, em São Paulo, no Ginásio de Esportes do Allianz Arena, estádio do Palmeiras. “A 2ª Delegacia Regional São Paulo do Interior da Organização Wadô-Ryu, que representa a nossa região, esteve presente no evento e absorveu vários ensinamentos”.

“Hóspede oficial”
Através do Decreto 2.838/2019, assinado no dia 24 de junho, o prefeito de Álvares Machado, Roger Fernandes Gasques (PSDB), considera como “hóspede oficial do município” o grão-mestre Hironori Otsuka III, que desembarca no Oeste Paulista, nesta quinta-feira (4). “É uma homenagem justa e que mostra a relevância do nosso mestre para o Machado, bem como para a região. Essa honraria valerá entre os dias 4 e 8 de julho, quando da realização do Gashuku Internacional”, pontua Villalva.

Antes de desembarcar em solo machadense, Hironori Otsuka III está na Europa. “Atualmente, o grão-mestre ministra treinamentos na Noruega. Para ter noção, ele mora seis meses no Japão e outros seis meses, por exemplo, na França, por causa de sua atividade como instrutor e coordenador do estilo Wadô-Ryu. Além disso, fez questão de participar do nosso Gashuku. Será a terceira passagem do grão-mestre Hironori Otsuka III, em Álvares Machado”, enfatiza o delegado da FPK.

Em 2017, entre os dias 17 e 19 de fevereiro, Dois Vizinhos, no Paraná, sediou o Gashuku Nacional, sendo ministrado pelo grão-mestre Hironori Otsuka III, que nasceu no ano de 1965 – tem 54 anos –, em Tóquio, no Japão. É instrutor oficial da sede Mundial da Organização Wadô-Ryu Karatê-Dô, de Tóquio.

Segundo o portal da Organização Wadô-Ryu do Brasil, o grão-mestre é 3º Dan Musoshinden-Ryu Iaido, formado em Educação Física pela Universidade Tokai, em Tóquio, e instrutor oficial de Karatê-Dô Wadô-Ryu no curso de Medicina da Universidade Nihon, nas faculdades de Farmacêutica, de Línguas

Estrangeiras e de Engenharia, todas sediadas na capital japonesa, na Universidade Meiji, na Faculdade de Odontologia Nihon e ainda no Colégio Shumeigakuin.

SAIBA MAIS

WADÔ-RYU NO BRASIL
A Organização Wadô-Ryu Karatê-Dô Renmei do Brasil é a entidade oficial que representa o estilo Wadô-Ryu de caratê no país. O estilo foi introduzido no Brasil, em fevereiro de 1956, com a chegada do mestre Koji Takamatsu, Hanshi-Shihan 9º Dan pela Organização Wadô-Ryu Internacional e pela CBK (Confederação Brasileira de Karatê), conforme o site da Organização Wadô-Ryu. Nascido em Kakogawa, província de Hyogo, Japão, e formado pela Universidade de Agronomia de Tóquio em 1953, o mestre Koji Takamatsu é hoje presidente de honra da Organização Wadô-Ryu para a América do Sul e membro da comissão da diretoria técnica da Organização Wadô-Ryu Karatê-Dô Internacional. É ainda integrante do Kodansha-kai (Conselho de Mestres) da FPK (Federação Paulista da modalidade). O trabalho de décadas do mestre Takamatsu pode ser observado através dos milhares de praticantes do estilo em todo o Brasil e até mesmo fora dele.

Comentários