Jornada de Design inova com formato criativo e integrado

376

Acadêmicos participam de atividades realizadas simultaneamente como talks, oficinas, conferências e exposições.

Confraternização e aprendizado são palavras que marcam a 6ª Jornada Penso Design da Unoeste. Com uma proposta totalmente nova, o evento ocorre no Salão do Limoeiro da Unoeste e é promovido pelos cursos superiores de tecnologia em Design Gráfico e de Interiores. Marcelo José da Mota, coordenador das graduações diz que a intenção foi trazer dinamismo à iniciativa. “A professora Mariangela [Barbosa Fazano Amendola] e eu já participamos de diversas ações de criatividade que têm um formato diferenciado. Nesse sentido, organizamos um espaço compartilhado com conferências, talks, oficinas, salas de conteúdos criativos (expositores), além da exposição de trabalhos acadêmicos para o aprimoramento das percepções do design. Todas as atividades acontecem ao mesmo tempo e possibilitam interação e aquisição de conhecimento”, explica Mota.

Com início na segunda-feira (29), a jornada terminou nesta quarta (31). A professora assistente Dra. Thaís Regina Ueno Yamada, do departamento de artes e representação gráfica da Faculdade de Arquitetura, Artes e Comunicação (Faac), da Universidade Estadual Paulista (Unesp), campus de Bauru (SP), ministrou palestra sobre os padrões construtivos do design. “Abordei inicialmente os conceitos e significados dos padrões e, a partir daí, desenvolvi a relação deles com a natureza, a arquitetura e o design”, explica.

Ela apresentou alguns dos seus projetos e, também explanou sobre o Crease Pattern, termo inglês que significa padrão de dobras ou de vincos. “Quando você acrescenta dobras aos padrões geométricos, eles passam do bidimensional para o tridimensional, permitindo estabelecer uma relação com as técnicas do origami”. Dessa forma, Thaís mostrou também, que esses padrões podem ser aplicados na resolução dos problemas da sociedade moderna como a falta de espaços e a necessidade de objetos flexíveis.

Pela primeira vez na Unoeste, a docente elogiou a dinâmica da jornada. “Essa proposta é inovadora. O espaço do ambiente foi bem trabalhado e traz uma composição que também revela padrões. Os talks promovidos também são importantes, pois aproximam os acadêmicos da prática profissional. Além das exposições dos projetos que são muito boas! Estou gostando muito”, conclui.

Cleberson Ribeiro é da empresa Unilux, sediada em Florianópolis (SC) e que possui revenda autorizada em Presidente Prudente (SP). Na terça-feira (30), ele realizou um talk. “Falei sobre os conceitos de proteção solar para ambientes internos por meio de cortinas e persianas têxteis ou sólidas. Esses materiais devem possuir eficiência térmica e energética e estarem harmonizados com o projeto, sanando problemas ligados às questões do brilho, calor, confortos acústico e visual, além da visibilidade”.

Bárbara Benites, egressa do curso de Publicidade e Propaganda da Unoeste, realizou oficina de mídias sociais na noite de ontem (30). “Atuo em uma agência onde comecei como estagiária e, depois que me formei fui contratada como social media. Se estou aqui hoje, compartilhando um pouco do meu conhecimento foi por conta dos laços que criei com os docentes que hoje são colegas de profissão. Se pudesse descrever em uma palavra tudo o que estou sentindo, seria gratidão”, pontua a jovem que veio de Tupã (SP) para fazer faculdade, e começou a trabalhar em Presidente Prudente (SP), onde fixou residência.

Olhar acadêmico
Honório Eduardo Junior e Suelen Piergentile cursam o 2º termo de Design Gráfico e aprovaram o novo formato da jornada. De Osvaldo Cruz (SP), Eduardo Junior revela que cresceu desenhando, mas não imaginava que a habilidade poderia se tornar uma profissão. “Enxergo nessa graduação a chance de me qualificar para ter espaço e reconhecimento no mercado”. O universitário conta também, que ganhou o concurso que elegeu o logotipo do evento. “As atividades proporcionadas pela iniciativa despertaram o meu interesse, pois trazem assuntos pautados no que há de mais atual no design”, diz. A prudentina Suelen compartilha da mesma opinião do colega de curso. “São momentos enriquecedores que oferecem uma complementação relevante para a nossa formação”, conclui.

João Pedro Lender está no 4º termo do curso de Design de Interiores e integrou a comissão organizadora. “A proposta que trouxemos para esse evento superou as nossas expectativas de forma positiva”, avalia. Declarou ainda, que o contato com os expositores é uma chance de se aproximar do mercado. “Esse laço estreito entre profissional e fornecedor é muito bacana. Além disso, tivemos a chance de mostrar um pouco dos trabalhos que desenvolvemos em sala para os outros alunos e participantes da iniciativa”, encerra.

Veja a matéria na integra no site a baixo.

UNOESTE

Comentários