O planejamento do turismo através da pesquisa

89

Quando pensamos no setor de turismo no nível macro, a importância das pesquisas e análises sobre o mesmo fica ainda mais relevante, pois é nesse nível que é possível avaliar e planejar os caminhos que os agentes nele envolvidos (gestão pública, associações, universidades e empresas) gostariam que o setor como um todo trilhasse. É a partir do levantamento de informações que é possível pleitearem a elaboração de políticas públicas que potencializem os negócios do setor, ao mesmo tempo em que desenvolvam regras que demarquem seu funcionamento.

No Brasil, infelizmente, ainda não vemos estabelecida uma cultura de realizações de pesquisas para a tomada de decisões. O fato é, que sem pesquisa não há informação. E sem informação não há excelência. E sem excelência não há competitividade. Está mais do que na hora dos diversos segmentos entenderem a importância da pesquisa e da informação na tomada de decisões.

Hoje em dia é possível realizar pesquisas com custo praticamente zero, graças às ferramentas disponibilizadas pelo avanço da tecnologia, sendo o capital humano uma peça essencial na coordenação desses dados. O movimento referente à busca de dados tem crescido tanto que hoje no Brasil já existe uma Rede de Observatórios de Turismo que foi criada com o objetivo de fomentar trabalhos voltados à produção de números estatísticos, estudos e inteligência de mercado para o setor turístico brasileiro.

Os observatórios de turismo espalhados pelo Brasil levantam e sistematizam a informação, contribuindo de maneira singular para o desenvolvimento dos destinos turísticos brasileiros com uso de dados para uma gestão mais assertiva, subsidiando as decisões gerenciais.

Nesse contexto de acompanhar a tendência dos observatórios, a Estância Turística de Presidente Epitácio aderiu recentemente a esse núcleo de inteligência, contribuindo de forma efetiva para monitorização da oferta e da procura, seguindo o exemplo de outros municípios que se destacam Brasil a fora no setor de turismo, tais como Foz do Iguaçu-PR, Maringá-PR, Bonito-MS e Maceió-AL.

Enfim, a importância de uma pesquisa é nitidamente explicitada numa frase de Charles Babbage: “Os erros causados por dados inadequados são muito menores do que aqueles devido à falta total de dados”. Então, mesmo que timidamente, se faz necessário produzir informações, pelo menos assim saímos da inércia da ausência de subsídios estatísticos tão relevantes para o desenvolvimento do turismo como atividade econômica.

Até a próxima!

Wantuyr Tartari
Redes sociais (Instagram) (facebook)

Comentários

- PROPAGANDA -