Mais cidades do oeste paulista são beneficiadas com moradias populares

200
Deputado Ed Thomas e o secretário da Habitação, Flavio Amary

Empenhado para que o Governo de São Paulo continue investindo também em moradias populares no Oeste Paulista, o deputado estadual Ed Thomas (PSB) anuncia mais uma ótima notícia para famílias que aguardam a concretização do sonho da casa própria: o secretário estadual da Habitação, Flavio Amary comunicou ao parlamentar nesta quarta-feira (29/1/20) que a região de Presidente Prudente receberá mais 221 moradias populares, por meio da Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano (CDHU).

Serão contempladas nesta nova etapa, Pauliceia, com 132 unidades; Lucélia, 60 e Pacaembu, 29. “Em nome de tanta gente que necessita de moradia popular, através do secretário Flávio Amary agradeço o governador João Doria, o vice Rodrigo Garcia e o secretário do Desenvolvimento Regional, Marco Vinholi, e aos demais secretários estaduais pelos investimentos já destinados para as cidades da nossa região”, disse Ed Thomas.

Prazo de inscrição e exigências
O secretário informa, ainda que as inscrições devem ser realizadas por meio de aplicativo de celular e pelo site da CDHU e que o prazo termina na próxima segunda-feira, 3 de fevereiro.

Para concorrer ao sorteio das casas, o pretendente deve fazer sua inscrição sempre por meio do aplicativo Kaizala, disponível gratuitamente nas lojas App Store e Play Store, ou pelo site www.cdhu.sp.gov.br. A seleção dos beneficiados será feita por sorteios públicos classificatórios; só poderá se candidatar a um imóvel quem estiver morando ou trabalhando na cidade que receberá o empreendimento e não pode ter sido beneficiado por nenhum programa habitacional; o candidato precisa estar com o nome limpo, ou seja, sem nenhuma restrição de crédito para obter o financiamento ofertado pelas regras da Caixa Econômica Federal, além de possuir pendência com a Receita Federal.

Assessoria de Comunicação / Jornalista – Airton Roberto Messinette / Registro fotográfico – ASCOM

Comentários

- PROPAGANDA -