Vida saudável está associada à prevenção, alerta médico

60

Dizem que o ano definitivamente começa após o carnaval e que as promessas feitas na virada, incluindo ter uma vida saudável, são colocadas em prática após o fim da tradicional festa brasileira. Pois bem, esse momento chegou! Mas, afinal, o que é ser saudável e como fazê-lo durar mais do que alguns poucos dias?

Parece clichê, mas não é. De acordo com o Dr. Gabriel Moreira, médico pós-graduado em Nutrologia pela ABRAN (Associação Brasileira de Nutrologia) e em Ciências da Longevidade Humana pelo Grupo Longevidade Saudável, para ser considerado saudável, o indivíduo deve incluir em seu estilo de vida o tripé: (1) uma alimentação saudável , (2) a prática regular de exercícios físicos e (3) quando necessária, uma suplementação adequada. O primeiro passo então é simples: nos atentarmos ao que comemos. “É preciso fazer escolhas inteligentes ao selecionar o que ingerimos, pois tudo o que comemos hoje determinará nossa saúde amanhã”, alerta.

Após se formar em Medicina no ano de 2013 em Presidente Prudente e fazer residência de Cirurgia Geral em Santos, o prudentino Gabriel se deparou com uma grande questão: por que as pessoas estão adoecendo cada vez mais e precocemente? Foi quando então se interessou, de fato, pela medicina integrativa e preventiva, se lançando de corpo e alma no interessante universo da nutrologia e da longevidade saudável.

Nos dizeres do médico, atualmente se observa uma grande incidência de doenças crônico degenerativas (inflamatórias) como câncer, derrame (AVC), diabetes, infarto e Alzheimer, as quais podem e devem ser evitadas através de medidas preventivas. “O risco de um infarto aumenta muito se a pessoa não cuidar da sua alimentação, for sedentária e não avaliar seus níveis hormonais regularmente, por exemplo”. Tratar da saúde é diferente de tratar de doenças.

Em sua palestra “Os pilares da vida saudável”, Dr. Gabriel aborda, além do mencionado tripé, a importância do sono, do equilíbrio hormonal, da ingesta hídrica, da saúde intestinal, do estado de espírito, entre outros requisitos essenciais para quem quer envelhecer com qualidade de vida. “Não tem idade para começar a se cuidar. A partir do momento em que a pessoa decide trilhar o caminho para uma vida saudável, basta começar! A paciência, no entanto, deve ser uma grande aliada à consciência de que os resultados surgirão pouco a pouco, a longo prazo”, salienta. Evitar o stress é praticamente impossível nos dias de hoje, mas é possível diminuir seu impacto no desencadeamento de diversas doenças se esse estado de agitação constante não estiver associado à carência de vitaminas, minerais, antioxidantes e ao sedentarismo, conforme esclarece Dr. Gabriel.

O cenário atual da saúde da população em geral é caracterizado por uma pandemia de obesidade, que acomete pessoas que necessitam trabalhar cada vez mais e cuidam de si cada vez menos. Contudo, tais pessoas parecem se esquecer que antes de serem trabalhadoras são seres humanos e, como tal, precisam cuidar de seu organismo para que todas as outras coisas a serem realizadas por elas sejam possíveis, pois sem saúde não se chega a lugar nenhum.

Nesse sentido, a medicina preventiva e integrativa, instrumentos de trabalho do Dr. Gabriel Moreira, vêm proporcionar parâmetros para que as pessoas possam cuidar melhor de sua saúde, evitando que num futuro próximo tenham que cuidar de suas doenças. “Em um mundo tão antifisiológico, nunca foi tão verídico o brocardo ‘a prevenção é o melhor remédio’.”, conclui Dr. Gabriel.

Francinara Nepomuceno / Assessora de Imprensa

Comentários