CONSTRUÇÃO DE NOVO TERMINAL E RECEITA FEDERAL FORAM ASSUNTOS DISCUTIDOS EM REUNIÃO DO CODEPP DESTA TERÇA-FEIRA

0
90

Durante a videoconferência mensal do Codepp (Conselho de Desenvolvimento Econômico de Pres. Prudente), que aconteceu na noite desta terça-feira (27/04), uma das pautas abordadas foi a atualização do processo de concessão Aeroporto Adhemar de Barros e sede da Receita Federal. Neste mês de abril, o governador, João Doria, publicou decreto autorizando a abertura da licitação da infraestrutura nos 22 aeroportos da rede estadual. A previsão é que o leilão seja realizado em 15 de julho.

O prefeito, Ed Thomas, informou que em conversa recentemente com o vice-governador, Rodrigo Garcia, questionou se existe garantia de investimento no projeto de implantação da sede própria da Receita Federal dentro do processo de licitação.

Em resposta, Garcia disse que o objetivo da concessão é prestar melhor serviço de uso da área do aeroporto. “Quanto ao prédio da Receita, vou verificar os detalhes; todos os contratos atuais deverão ser preservados pelo futuro concessionário”, assegurou.

O presidente do Codepp, Marco Antonio Goulart, destacou que o estudo técnico deles (governo) não condiz com o proposto pela sociedade civil. “É preciso que conste no edital a construção do novo terminal, pois não se trata de um mero luxo, mas agrega ao projeto de modernização internacionalização. Em nossa última visita ao governo de São Paulo, ficou muito nítido que eles não conhecem o estado do aeroporto de Prudente”, alertou Goulart.

Renato Mungo, presidente da UEPP (União das Entidades de Presidente Prudente e Região), lembrou que ao longo dos últimos 10 anos, o aeroporto de Prudente foi lapidado, tomando forma para este momento de concessão. Também salientou que na gestão anterior, o governo municipal doou uma área de mais de 248 mil metros quadrados ao Daesp (Departamento Aeroviário do Estado de São Paulo). “Se essa área não será utilizada para construção do novo terminal, será utilizada para quê?”, indagou. “Sobre o projeto da Receita Federal, também houve uma luta capitaneada pela sociedade civil e não podemos deixar no esquecimento”, ressaltou.

Câmara de Prudente
Em resposta ao ofício entregue pela UEPP na semana passada à Câmara Municipal de Prudente, nesta segunda (26/04) os vereadores da 18ª Legislatura requereram aos governos municipal e estadual tais providências para que seja revisto as condições para que o aeroporto prudentino receba os investimentos capazes de condicionar competitividade e ampliação de operações.

Assessora de Imprensa / Francinara Nepomuceno Colatto

Comentários