Bataguassu reabilita cinco leitos de UTIs para atender pacientes com Covid-19

91


Em uma ação inédita entre os municípios da região em prevenção a Covid-19, a Prefeitura de Bataguassu, através da Secretaria Municipal de Saúde reabilitou neste sábado (12.12), cinco leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTIs) para tratamento exclusivo de pacientes diagnosticados com a doença.
A medida já havia sido anunciada no decorrer desta semana após reunião entre representantes dos Poderes Executivo e Legislativo; e Irmandade Santa Casa de Misericórdia local.

“O número de casos de Coronavírus está subindo e consequentemente aumentou a procura por atendimento médico e em alguns casos a necessidade de internação em leito exclusivo. Por prevenção, resolvemos reativar esse leitos através da parceria com a Santa Casa. Os leitos contém equipamentos como respiradores mecânicos, monitores e bombas de infusão”, comentou a secretária municipal de Saúde, Maria Angélica Benetasso.

Maria Angélica explica que desde setembro, com a diminuição do número de casos de Covid-19 e a redução da taxa de ocupação dos leitos, o Ministério da Saúde desabilitou não só os leitos de UTIs em Bataguassu como em outros municípios do País.

“Inicialmente, os leitos ficaram habilitados por 90 dias pelo Ministério da Saúde. Nosso município ainda prorrogou essa previsão e manteve a habilitação por outros 60 dias. Agora tivemos a decisão de reabilitá-los por mais 45 dias”, observou a secretária, que destacou ainda que os pacientes em estado mais graves no período em que os leitos estavam desativados foram transferidos para unidades hospitalares de Três Lagoas.

O prefeito Pedro Arlei Caravina (PSDB) pontuou que Bataguassu mais uma vez sai na frente no combate a Covid-19 e salientou que após esse prazo, ficará a critério da próxima gestão manter ou não os leitos de UTIs ativos.
“É importante ressaltarmos que desde o início da pandemia nenhum bataguassuense que precisou de um leito ficou desassistido. Mesmo com a desabilitação dos leitos de UTIs, mantivemos os 10 leitos clínicos em funcionamento para atender nossos pacientes”, acrescentou ele.

Caravina informou que em torno de R$ 400 mil devem ser investidos para a habilitação dos leitos, recurso este específico para o combate a Covid-19. O Projeto de Lei que permitirá a destinação desses recursos para a habilitação dos leitos deve tramitar na Câmara de Vereadores para aprovação nas próximas semanas. “A Covid-19 é uma realidade e a melhor prevenção ainda é evitar aglomerações, respeitar o distanciamento social e manter as medidas sanitárias em vigência”, finalizou o gestor.

Participaram da reunião que discutiu a habilitação dos leitos de UTIs, o provedor da Santa Casa, Ulisses Galvan; o administrador da Santa Casa, Derli Cássio Cardoso; o vereador Cleyton Rodrigo da Silva além do prefeito Caravina e da secretária Maria Angélica.

Fotos Cedidas / Secretaria de Saúde

Comentários

- PROPAGANDA -