Secretaria de Saúde registra um caso confirmado de Influenza A em Bataguassu

197

Com o monitoramento de pacientes suspeitos do novo Coronavírus (Covid-19) baseado nos protocolos adotados pelo Ministério da Saúde, outras síndromes respiratórias tem sido identificadas nos atendimentos de saúde, entre elas, o vírus Influenza A.

Em Bataguassu, a Secretaria Municipal de Saúde registrou no início deste mês, 1 (um) caso confirmado da doença em um paciente no município e orienta a população para que mantenha os cuidados básicos de higiene, com objetivo de evitar o contágio da doença e também a disseminação do vírus.

De acordo com a coordenadora municipal de Saúde, Paula Romão Dias, a paciente, uma mulher, procurou atendimento médico nas últimas semanas com sintomas respiratórios. O exame que entrará como caso suspeito de Covid-19 confirmou, por sua vez, o caso de Influenza A e agora é aguardado o resultado de um novo exame que apontará o subtipo da doença (H1N1, H3N2). A paciente não precisou ser hospitalizada, foi medicada e passa bem.

Conforme levantamento da Secretaria Municipal de Saúde, até o momento, Bataguassu possui 9 casos em investigação pelo vírus Influenza A. Do total, um caso foi confirmado; um caso aguarda investigação e outros 7 casos foram descartados.

Paula lembra que em 2016, Bataguassu registrou mortes em decorrência da doença e passou a imunizar nos últimos cinco anos, além dos grupos prioritários, 100% da população a partir da iniciativa do Poder Executivo de adquirir doses extras da vacina contra o vírus. “Essa medida garantiu que nossos munícipes ficassem mais resistentes ao vírus e com isso, a doença se apresenta de uma forma mais branda como a registrada na paciente diagnosticada”, avalia.

SINTOMAS
A Influenza A é classificada como uma gripe, que pode até matar. Os principais sintomas são tosse, febre, dor de garganta e dores nas articulações, dores musculares ou de cabeça. Ao apresentar algum desses sintomas, é preciso que o paciente procure atendimento médico, em especial, os que possuem alguma comorbidade, como os doentes crônicos ou imunodeprimidos.

PREVENÇÃO

Paula comenta que com a chegada do outono e posteriormente a estação mais fria do ano – o inverno – a incidências de casos pode aumentar.

“Por isso, é importante adotar hábitos simples como higienizar as mãos com frequência; cobrir nariz e boca quando espirrar ou tossir; não partilhar alimentos, copos, toalhas e objetos de uso pessoal; evitar aperto de mãos, abraços e beijo social; manter os ambientes ventilados entre outras medidas”, observa ela, que lembra que os mesmos hábitos também servem para prevenir casos de Covid-19.

Outra medida preventiva é a vacinação. Como nos últimos anos, a Campanha Nacional contra o vírus Influenza já está em andamento atendendo idosos e trabalhadores da saúde na primeira etapa.
Serão imunizados também profissionais das forças de segurança e salvamento; pacientes com doenças crônicas (hipertensão, diabetes, asma); pessoas privadas de liberdade, caminhoneiros, crianças de 6 meses a menores de 6 anos incompletos; professores, pessoas entre 55 e 60 anos incompletos; gestantes, puérperas e indígenas. Todas as datas serão informadas posteriormente.

Foto Arquivo/ Assecom Prefeitura de Bataguassu

Comentários