Bloquetes retirados de ruas pavimentadas são destinados para reutilização

As obras de infraestrutura realizadas pela atual administração municipal desde os anos de 2013 mudaram o aspecto do município de Bataguassu. Os investimentos em asfalto, por exemplo, oportunizaram a regularidade das vias públicas, eliminando buracos e demais imperfeições.
Uma das propostas adotadas pela gestão foi remover os bloquetes sextavados antigos devido desgaste natural do tempo e pela instabilidade desse tipo de asfaltamento (vibração) em algumas ruas da cidade e optar pela utilização de massa asfáltica (CBUQ).

As pedras retiradas estão sendo reutilizadas em outros pontos do município. “Os bloquetes não são descartados como divulgado erroneamente por um vídeo postado em redes sociais através de um morador”, afirma o secretário municipal de Infraestrutura, Carlos Roberto Pereira de Almeida.

De acordo com ele, as empresas contratadas para executar a pavimentação no município e que fazem a retirada dos materiais, encaminham – os para uma área de propriedade do município próximo a um frigorífico local e, de lá, os materiais são limpos e encaminhados para utilização pública. “Para a unidade prisional local, por exemplo, os bloquetes estão sendo usados para o calçamento do pátio dos detentos. Existe também uma parte sendo utilizada em ruas e no calçamento da área do transbordo municipal”, explica.

Entidades e outras instituições também tem feito pedidos aos município para que seja feita a doação desses bloquetes.

Almeida explica que para regularizar essa destinação está em fase de formatação uma legislação específica, que beneficiará entidades e empresas de pequeno porte.

O secretário observa, no entanto, que diante da Lei Federal nº 9.504/97, que veda condutas a agentes públicos, o município não é autorizado a realizar doações em ano de eleições.

Carlos frisa que após o período eleitoral, o Projeto de Lei que discute essa questão será apresentado na Câmara de Vereadores para apreciação dos legisladores.

Fotos Cedidas

Comentários