Operação Pit Stop desmonta esquema de transporte de droga escondida em estepes de caminhões

431

Investigações tiveram início depois da prisão de motorista com mais de 100 kg de maconha em Rosana (SP). Borracheiro apontado como líder do grupo foi detido em Dourados (MS).

A Polícia Civil de Rosana (SP) conseguiu desarticular um grupo criminoso que utilizava uma estratégia de transporte de maconha do Mato Grosso do Sul para o Estado de São Paulo escondida em pneus de estepe de caminhões.

As investigações, que levaram o nome de Operação Pit Stop, apontaram que os traficantes realizaram pelo menos dez viagens através das quais carregaram aproximadamente uma tonelada da droga no período de um ano.

Nesta quinta-feira (20), em Dourados (MS), os policiais civis prenderam um borracheiro, de 31 anos, que é apontado pelas investigações como o indivíduo que comandava o grupo. Também foram apreendidos com ele uma caminhonete Toyota Hilux, um carro VW Gol e um revólver de calibre 38 municiado.

O delegado Ramon Euclides Guarnieri Pedrão, que responde pelo caso, informou ao G1 que a droga tinha como origem o Paraguai e era levada para a cidade de São Paulo (SP). Em cada viagem, os traficantes transportavam em torno de 100 quilos de maconha.

As apurações constataram a atuação de no mínimo quatro pessoas no esquema.

Revólver municiado foi apreendido em Dourados (MS) — Foto: Cedida/Polícia Civil

Pedrão explicou que o homem preso nesta quinta-feira (20) é proprietário de uma borracharia em Dourados em um ponto de grande movimentação de caminhoneiros.

“Ele arregimentava os caminhoneiros para fazer o transporte da droga e introduzia o entorpecente nos pneus de estepe dos veículos. Ele recheava os estepes com a droga”, detalhou Pedrão ao G1.

Cada caminhoneiro, ainda segundo o delegado contou ao G1, recebia um valor de R$ 1 mil pelo serviço.

Os trabalhos da Polícia Civil paulista contaram com o apoio da Polícia Civil do Mato Grosso do Sul, através do Serviço de Investigações Gerais (SIG) de Dourados.

Além do flagrante por porte ilegal de arma de fogo, o borracheiro também teve cumprida contra si uma ordem de prisão temporária, válida por 30 dias, emitida pelo Fórum da Comarca de Rosana.

As investigações prosseguem com o objetivo de prender os demais envolvidos com o esquema.

O esquema foi descoberto após a prisão em flagrante de um motorista de 45 anos, no dia 14 de agosto deste ano, em Rosana.

Ele conduzia um caminhão que foi abordado pela Polícia Militar Rodoviária, na Rodovia Arlindo Béttio (SP-613). O veículo transportava 98 tabletes de maconha, que totalizaram a quantia de 102,750 quilos.

A droga estava dentro de dois estepes do veículo, que também realizava o transporte de 35 mil litros de óleo vegetal.

G1 PRUDENTE

 

Comentários

- PROPAGANDA -